Blog Bambinus

Gargalhando nas Férias com o Circo Grock

29 de junho, 2018

Circo Grock Divulgacao

A tradição circense que viaja por várias cidades e encanta crianças e adultos está no coração do Circo Grock Internacional, que apresenta o espetáculo Gargalhadas Tradicionais, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

A montagem faz parte do projeto Gargalhando nas Férias com o Circo Grock. No picadeiro uma fusão de comicidade, equilíbrio, mágica e malabarismo reafirmam o poder que o circo tem de unir públicos de todas as idades.

 

Interação com a plateia

 

A tradição e a poesia circense se aliam à teatralidade moderna em um doce espetáculo com palhaços, malabaristas, monociclo, magia e um apresentador que é um show à parte. Espaguete (Nil Moura) e Ferrugem (Gena Leão) são os mestres de cerimônia, que conduzem as atrações com desenvoltura e interação fluida com a plateia.

“Entre um número e outro a gente entra em cena e faz as nossas palhaçadas. Espaguete e Ferrugem ficam sempre tentando mostrar que um é mais esperto do que outro. É o nosso jogo de cena, mas não ficamos apenas nisso”, conta Nil Moura. “A gente interage e tenta captar o que a plateia está sentindo. Temos mais de 20 cenas diferentes e vamos mudando de acordo com o clima da plateia. É uma apresentação viva”.

 

Alma brasileira

 

A empatia dos artistas reafirma o jeito inocente e belo da arte circense tradicional. “O Circo Grock Internacional traz uma alma brasileira à tradição desta arte universal. A trupe segue a tradição, mas inova ao trazer um jeito especial que só o Brasil possui”, afirma Manuela Matusquela, produtora do evento.

A trupe conta com oito integrantes repletos de talento e desenvoltura no picadeiro. Nil Moura destaca a presença do mágico Mr. Jack, premiado com o primeiro lugar no Festival de Mágicos do Nordeste (Fenoma – Ceará).

 

Férias circenses

 

O Circo Grock Internacional é originário do Rio Grande do Norte e já se apresentou em mais de 33 cidades pelo Brasil e no exterior. Desde 2017 circula pelo País, participando de festivais de circo e teatro, e em itinerância própria. Nessas férias eles retornam à Brasília em temporada repleta de apresentações.

O projeto Gargalhando nas Férias com o Circo Grock presenteia as férias da criançada em Brasília com muitas risadas de julho a setembro. No Dia dos Pais (12 de agosto) acontecem duas sessões gratuitas.

 

SERVIÇO

 

Projeto Gargalhando nas Férias

De 7 de julho a 2 de setembro

Julho: de quinta a domingo, sessões às 15h, 17h e 19h (exceto nos dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo)

Agosto: quintas e sextas, sessões às 19h; sábados e domingos, sessões às 17h, 19h e 21h (exceto nos dias 4 e 11 de agosto)

Local: Área externa do CCBB (SCES, trecho 2)

Ingressos a R$ 20 e R$ 10 (meia) – a bilheteria do CCBB fica aberta de terça a domingo, das 9h às 21h

Sessões gratuitas no Dia dos Pais (12 de agosto)

Classificação indicativa: livre para todos os públicos

Economia e diversão nas férias com a criançada

29 de junho, 2018

shutterstock_1025647588

Chegou o período de férias e fica a pergunta: o que fazer com as crianças? As possibilidades são inúmeras – viagens, cinema e passeios –, mas tudo vai depender do tempo disponível e, principalmente, das condições financeiras da família. Contudo, o período também pode ser interessante para passar para esses jovens conceitos importantes de educação financeira e sustentabilidade.

Para quem pensa que esses temas não combinam com o período, o presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos, desmistifica. “É importante perceber que esses temas podem ser tratados de forma lúdica com as crianças, por meio de conversas e brincadeiras. Assim, o período de férias é ideal para essa abordagem; além disso, possibilita uma maior proximidade entre pais e filhos”.

 

Realizando sonhos

 

Em relação à educação financeira, Domingos explica que esse é um bom momento para falar com as crianças sobre os sonhos. “É interessante ensinar as crianças a sonharem, mas, mais do que isso, mostrar o caminho para que elas realizem esses sonhos, e isso se dará poupando um pouquinho por mês”.

Ao economizar o dinheiro que recebe dos pais e parentes, a criança poderá adquirir algo que deseja, como um brinquedo, por exemplo. Já ao auxiliar a família na economia do dia a dia, poderá realizar sonhos em conjunto, como uma viagem especial. “Ressalto que o ato de poupar deve sempre estar atrelado a um objetivo, pois, só assim, os pequenos saberão o verdadeiro objetivo do dinheiro, que é ser uma ferramenta para atingir o que se deseja”, diz o presidente da Abefin.

Além disso, também é possível associar conceitos de educação financeira com sustentabilidade em conjunto com as crianças. Isso se dá de maneira bastante simples, utilizando as brincadeiras inventadas e reinventadas ao longo dos anos. Ao mesmo tempo em que promovem habilidades nas crianças, essas brincadeiras promovem diversão em família.

 

Brincadeiras econômicas

 

De forma econômica, brinquedos antigos podem ser feitos com a parceria de pais e filhos, utilizando poucos recursos, como sucata e material reciclável. Veja alguns exemplos:

 

Boliche

 

– 10 Garrafas PET do mesmo tamanho

– Papel ou tinta colorida

– Fita adesiva

– Canetinha hidrocor

 

Como fazer: encha a garrafa PET com algum material como areia, papel ou pedrinhas. Lacre com fita adesiva e coloque números de 1 a 10 nas garrafas (com um papel colorido e fita adesiva). Posicione os pinos em pé, formando um triângulo. Tome distância, utilize uma bola de tênis e tente derrubar o maior número de pinos possíveis. Faça os cálculos de sua pontuação, somando o número anotado nas garrafas derrubadas. Quem fizer o maior número de pontos, vence!

 

Vai e Vem

 

– 2 garrafas PET de 2 litros cada

– Dois barbantes de varal – 3 metros de comprimento

– Fita adesiva

– 4 pedaços de madeira, para servir como haste para os participantes da brincadeira segurarem

– Papelão, papel camurça, papéis coloridos

– Tesoura e cola

 

Como fazer: corte as garrafas ao meio e depois encaixe as partes de cima uma na outra. Passe a fita adesiva para assegurar que elas não vão se soltar durante a brincadeira. Em seguida, passe os barbantes de varal pelo corpo do brinquedo, sem deixar que eles se cruzem. Faça pequenos rolinhos com o papelão e, junto com a haste de madeira, fixe nas extremidades para impedir que as garrafas batam nas mãos de quem estará jogando. Por fim, faça figura coloridas e cole pelo vai e vem.

 

Jogo da Velha

 

– 1 bandeja de isopor de frios

– 6 Tampas de garrafa PET

– Caneta permanente

– Tinta preta e branca

 

Como fazer: na bandeja de frios, faça o risco do jogo da velha com o pincel permanente, sendo duas linhas na vertical e duas linhas na horizontal. Pinte as tampinhas, metade de preto, metade de branco, para identificá-las. Deixe-as secando. Depois de secas, o seu jogo da velha já está pronto. É hora de se divertir!

Crianças e inverno: o que fazer para protegê-las?

22 de junho, 2018

Crianças e inverno

O inverno chegou oficialmente e, mais uma vez, veio com tudo! Nesse período, a atenção com as crianças deve ser redobrada, pois dificilmente os pequenos escapam ilesos do frio, sem um ou outro problema, como gripe ou até bronquiolite.

Quando a temperatura começa a cair, os sintomas já começam a dar as caras – muita tosse, espirros e noites em claro.

De acordo com o pneumologista do Hospital Santa Helena, da Rede D’Or São Luiz, João Daniel Bringel, a frequência desses quadros aumenta, pois a tendência é encontrar crianças e adultos mais aglomerados e em ambientes fechados, o que facilita a transmissão. Sem contar que o próprio clima frio e seco já é um fator irritante para as vias aéreas, contribuindo também para a propagação de vírus.

Apesar do trabalho e incômodo, esses quadros não costumam ser motivo para preocupação. O importante é se atentar ao cuidado das doenças logo no estágio inicial. “É imprescindível procurar um médico nos primeiros sintomas, para evitar que o quadro seja agravado. Além disso, crianças que sofrem com doenças crônicas, como asma e bronquite, são mais suscetíveis e merecem ainda mais atenção”, explica o médico.

 

Problemas mais comuns

 

No caso de doenças do trato respiratório, os problemas em crianças não são muito diferentes em relação aos adultos. Além dos famosos resfriados e gripes, entre os quadros mais comuns estão as infecções virais e bacterianas, sinusite, laringite e até mesmo exacerbação dos sintomas de doenças alérgicas, como rinite e asma. “O sistema imunológico de pessoas propensas aos problemas reage de forma exagerada a agentes que não são potencialmente tão prejudiciais”, detalha o pneumologista.

Também é necessário ter cuidado com os sintomas da bronquite, doença causada por vírus responsáveis por atacar os brônquios e bronquíolos (pequenos canais dentro dos pulmões que transportam o ar), levando ao inchaço na parede dos canais e gerando muitas secreções. Como resultado, há dificuldade para respirar, tosse, cansaço e chiados no peito.

 

Prevenção

 

Certos cuidados podem ajudar a manter as crianças longe das doenças respiratórias, tão comuns nesta época do ano. Para que os pequenos não se tornem vítimas, a saída é resguardá-las de fatores de risco.

De acordo com Marília Rorato, pediatra do Hospital Santa Luzia, da Rede D’Or São Luiz, com a chegada do tempo frio, os casacos devem estar sempre em mãos. “Em locais abertos e com vento, os pequenos devem estar bem protegidos. Em casa, eles podem usar apenas blusas finas de manga comprida, caso não estejam sentindo frio”.

A pediatra chama atenção para a mudança climática que acontece diariamente em Brasília: “Muitas vezes o dia começa com temperaturas baixas e depois vai amenizando. O tempo oscila bastante na cidade, então é importante que as crianças andem com camadas extras que possam ser retiradas ou colocadas várias vezes durante o dia”, explica.

No caso dos bebês, nem sempre é possível dizer se estão sentindo calor devido ao excesso de roupas. Assim, a dica da médica é para que os pais se atentem ao cabelo dos pequenos: “Se estiver úmido, é por que ele está suando. Então podemos tirar o gorro ou peças extras”.

 

Hidratação

 

Outra recomendação valiosa é manter as crianças hidratadas. “No inverno, os pequenos tendem a pedir menos água, mas é fundamental manter a hidratação, uma vez que aliviará os quadros de doenças respiratórias, como asma, rinite e resfriado, que acumulam secreção”, detalha a pediatra.

Quanto mais líquido, mais facilmente essa secreção será eliminada. Além disso, é importante que os pais façam a limpeza das narinas dos filhos frequentemente com uso do soro fisiológico. Isso evita que a secreção fique parada e dissemine o vírus.

 

Higiene

 

Entre os fatores de risco, também se encontra a falta de higienização. Marília alerta quanto à lavagem frequente das mãos, principalmente em lugares públicos. Os pontos com álcool em gel, atualmente comuns, facilitam o processo e permitem limpeza rápida. “E, quando chegar em casa com a criança, lave bem sua mãozinha com sabonete. Se o ambiente em que estavam era muito fechado, vale também dar um banho e trocar as roupas”, comenta.

Com os bebês, os cuidados devem ser redobrados. “Sempre evite visita de pessoas doentes e, se alguém da casa estiver resfriado ou algo do tipo, é importante usar máscara para evitar transmissão, pois os pequeninos possuem baixa defesa imunológica”, alerta.

Além disso, vale lembrar que não se deve expor os recém-nascidos a ambientes de risco. “Lugares fechados como shoppings, por exemplo, devem sempre ser evitados”, completa.

 

Vacinação

 

Certifique-se de que a imunização das crianças contra gripe e pneumococos, bactérias que mais frequentemente deflagram pneumonia entre 1 a 5 anos de idade, esteja em dia. “É de extrema importância manter atualizado o calendário vacinal de acordo com a idade. Principalmente as vacinas contra gripe e coqueluche”, finaliza Marília.

Diversão e brincadeiras agitam o fim de semana

22 de junho, 2018

FunnFestival-Castelo_Aéreo

Funn Festival, contação de histórias e livro sobre as Copas prometem entreter a criançada em mais um fim de semana de muita diversão, cultura e brincadeiras.

 

Funn Festival termina neste domingo

 

Neste fim de semana termina o Funn Festival, evento para crianças e adultos com várias atrações, no Estacionamento 4 do Parque da Cidade.

A garotada pode se divertir com o Funn Kids, área de brinquedos específicos para várias faixas etárias.

Os pequenos com idade entre 2 e 4 anos podem brincar à vontade no gira-gira, pula-pula, escorregador, balanço e slackline.

Já meninos e meninas entre 5 e 12 anos têm à disposição uma cama elástica gigante, tirolesa, acampamento escoteiro, casa na árvore e muro de escalada.

Para completar, o Funn Kids oferece, ainda, oficinas diversas de pintura, hortinha, massinha, amoeba, reciclagem, psicomotricidade e muito mais, além de pintura de rosto, contos de história, fit dance kids, zumba kids e caça ao tesouro.

A área ocupada pelo Funn Festival traz outras atrações, como patinação no gelo, roda gigante, carrossel, castelo encantado e uma área gastronômica repleta de estantes para repor as energias de toda a família.

O Funn Festival começa às 9h. Ingressos a partir de R$ 20 (convertidos em consumação).

 

 

Nyedja Gennari conta histórias sobre a Copa do Mundo

 

O Terraço Shopping está em clima de Copa e, para entreter a criançada, convidou a contadora Nyedja Gennari. Ela estará na Praça Central neste sábado (23), contando histórias curiosas sobre a Copa do Mundo e “causos” juninos.

Já no domingo, é a vez de Tio André subir ao palco e apresentar, de forma lúdica, números clássicos da mágica. O show A Magia de Ser Criança vem recheado de muita diversão, humor e alegria.

 

SERVIÇO

 

Contação de histórias com Nyedja Gennari

Dia 23 de junho, às 16h

Local: Praça Central do Terraço Shopping

 

A Magia de Ser Criança – com Tio André

Dia 24 de junho, às 16h

Local: Praça Central do Terraço Shopping

 

 

O Guia Secreto do SabeTudo das Copas

 

Desenvolvido especialmente para as crianças, o divertido O Guia Secreto do SabeTudo das Copas, da Editora Pixel, vai permitir ao pequeno leitor impressionar seus amigos, surpreender professores, ganhar apostas daquele tio que acha que sabe tudo de futebol e guardar suas próprias recordações do mundial da Rússia!

Criado pelo premiado designer gráfico, ilustrador e autor carioca Marcelo Martinez, o Guia Secreto chega às lojas repleto de mapas, bandeiras, uniformes e mais de 100 adesivos coloridos.

Com ilustrações e texto em uma linguagem acessível, o livro contém um resumo de todas as edições da Copa com hashtags engraçadas, como #maracanazzo, #chateado (no texto sobre a final da Copa de 1950) e #masafinaloqhouvecomRonaldo? (na final de 1998).

Já a segunda parte do livro traz informações e curiosidades sobre os 32 países e suas respectivas seleções que estão participando do torneio.

“A ideia do Guia Secreto do SabeTudo é proporcionar uma experiência particular de diversão para cada leitor, convidando-o a expressar sua criatividade a partir de atividades como desenhos e colagem de adesivos, criando seus próprios craques para cada seleção e personalizando seu exemplar”, conta Marcelo.

Ao final da leitura, chega a vez do teste de conhecimentos: só depois de respondê-lo, a criança estará apta a receber o “Certificado de SabeTudo” (que vale, no mínimo, um aumento de mesada ou a liberação de mais horas semanais de videogame, segundo seu texto).

“Adolescência na infância”: fase de muitas mudanças

16 de junho, 2018

16-06-2018_adolescência na infância

Seu(sua) filho(a) tem 6 anos? Então, fique de olho em diversas mudanças que podem ocorrer em seu comportamento. Não à toa, há quem considere esta fase de “adolescência na infância”.

Nesse período, as crianças ficam mais confusas quanto às suas escolhas, vivem um carrossel de emoções no relacionamento com os pais e até ficam mais suscetíveis a doenças, devido a alterações químicas no organismo.

 

Alterações no humor

Elas podem chorar facilmente e, em poucos instantes, cair na gargalhada. Chamam a mãe de “chata” e, logo depois, não hesitam em enchê-la de beijos e declarações amorosas.

Quanto às habilidades motoras, brinquedos do tipo Lego são bem recomendados, pois nessa faixa etária crianças gostam de construir e desmanchar.

Se você perguntar se ela prefere sorvete de chocolate ou de flocos, é bem capaz de deixá-la muito indecisa. Isto por que os pequenos nessa idade vivem um grande dilema sobre suas próprias decisões.

 

Domando o comportamento

Aos 6 anos as crianças mostram também dificuldades em domar esse comportamento em transição, algo que, ao longo dos anos, a maturidade trata de contornar.

São conflitos normais da idade, pois se trata de um período de grandes mudanças, como ocorre na adolescência, só que com outras características, naturalmente.

Obviamente, é preciso continuar a impor limites e mostrar sua autoridade enquanto pai ou mãe, como em qualquer outra fase da infância.

A ciência também pode ser pra lá de divertida

16 de junho, 2018

Experimentos científicos divertidos e piscina de bolinhas gigante para crianças e adultos prometem agradar a família toda neste fim de semana.

 

ExperCiência

 

Exposição que promete agradar tanto a crianças quanto adultos, a ExperCiência está em cartaz no Iguatemi Brasília.

A mostra reúne 30 experimentos interativos, permitindo ao público conhecer, de maneira lúdica, algumas das experiências mais importantes no desenvolvimento científico, elaboradas por cientistas como Isaac Newton, Gauss e Van de Graaff.

Uma delas é o Espelho Frente a Frente: duas pessoas se posicionam de cada lado dos espelhos e procuram encaixar as faces, fazendo uma fusão dos dois rostos.

Também vale conferir o Gerador de Van de Graaff, cúpula que arrepia os cabelos de quem a toca ao eletrizar cargas da mesma polaridade.

Já o poço gravitacional possibilita aos espectadores o lançamento de esferas que se movimentam em trajetória semelhante à dos planetas, luas e satélites.

Além disso, outras experiências como a Bola Suspensa, o Sopro que Suga, os Pêndulos de Newton, As Cordas do Violão, as Figuras de Lissajous e o Canhão de Ar também fazem parte da exposição.

Todas as atrações contam com placas explicativas e monitores treinados para auxiliar os visitantes.

ExperCiência fica em cartaz até o dia 30 de junho; de segunda a sábado, das 10h às 22h; domingo, das 11h às 20h, na Praça Central do Iguatemi Brasília.

 

 

Fundo do Mar de Bolinhas no DF Plaza Shopping

 

Um brinquedo composto por aproximadamente 130 mil bolinhas coloridas, um divertido escorregador e um navio pirata integra a atração Fundo do Mar de Bolinhas, no DF Plaza Shopping.

E o melhor: os adultos também podem participar, numa verdadeira diversão em família. A criançada, por sua vez, tem toda a segurança e acompanhamento de uma equipe treinada.

A atração fica disponível até o dia 1º de julho; de segunda a sábado, das 10h às 22h; domingo, das 14h às 20h, na Praça Central do DF Plaza Shopping (Águas Claras). Ingresso: R$ 15 por 15 minutos.

Shoppings com programação especial

09 de junho, 2018

09-06-2018_agenda cultural

Prepare aquela roupa bem bonita, anime-se e leve a criançada para passear em algumas das atrações mais legais em cartaz na cidade. Veja a programação:

  

Praia artificial do Pátio Brasil

Palmeiras naturais, guarda-sol e até areia compõem um verdadeiro clima de balneário em plena Praça Central do Pátio Brasil Shopping.

Junto a isso, uma piscina com mais de 100 mil bolinhas. Na “praia” a criançada pode, ainda, fazer castelinhos de areia com baldinhos e pás, além de tirar fotos. O evento é destinado a crianças de 0 a 11 anos.

 

SERVIÇO

Até 22 de junho; segunda a sábado, das 10h às 22h; domingo, das 12h às 20h

Local: Pátio Brasil Shopping (Praça Central)

Ingressos: R$ 15 por 15 minutos

 

 

Último fim de semana da Invasão Alien

Voltado para várias faixas etárias, o labirinto Invasão Alien traz cinco opções de percurso, cada um com um tema. Cabe aos aventureiros achar a saída, o que pode levar até 10 minutos, em média.

Veja quais são os trajetos oferecidos:

 

Coragem: feito principalmente para crianças abaixo de 7 anos, acompanhadas pelos responsáveis. Não há muito susto envolvido, mas a garotada se diverte bastante, tentando encontrar o caminho certo.

 

Perdidão: luzes, sons e muita perseguição fazem parte desse percurso, voltado a quem deseja fortes emoções.

 

Noturno: jovens corajosos entram no labirinto com apenas uma lanterna e terão de enfrentar alienígenas assustadores.

 

Encurralados: seres muito estranhos podem encurralar as pessoas em alguns trechos do labirinto.

 

Blackout: os mais sensíveis devem evitar este trajeto. O ambiente é totalmente escuro e com muitas surpresas. Só ouse entrar, se você tiver muita coragem.

 

SERVIÇO

Invasão Alien

Dias 9 e 10 de junho, das 12h às 22h

Local: JK Shopping (QNM 34, Av. Hélio Prates), Piso L2 (próximo ao cinema).

 

 

Tardes Divertidas

O projeto Tardes Divertidas, do JK Shopping, entra em clima de São João, com peças infantis temáticas.

Confira a programação:

10/06 – O Casamento Caipira

O espetáculo conta a história de Chiquinha, uma moça que mora no interior e cujo sonho é se casar com Zeca, rapaz que faz sucesso junto às mulheres. Apaixonada, ela faz de tudo para conquistar o coração de seu amado, até mesmo uma promessa para o santo casamenteiro.

24/06 – Show de Mágica do Tio André

Mágica, música e até bichinhos de verdade, como coelhinhos, pombos e periquitos, compõem esse divertido espetáculo. E o melhor: a criançada participa da maioria dos números.

 

SERVIÇO

Dias 10 e 24 de junho, às 15h

Local: JK Shopping (QNM 34, Av. Hélio Prates)

Restrições alimentares no ambiente escolar

09 de junho, 2018

09-06-2018_Restrições alimentares na escola

Substâncias encontradas em certos alimentos, o glúten e a lactose podem causar intolerância ou alergia em muita gente, incluindo crianças. As escolas também são afetadas, pois devem adequar o cardápio de acordo com a realidade de cada aluno.

Os pais, é claro, devem informar a instituição de ensino onde matricularam seu filho. Para isso, devem estar munidos de laudos de pediatras que atestam a necessidade de dieta restritiva.

Segundo a pedagoga Carmen Oliveira, uma das medidas é colocar avisos nas salas de aula, para assegurar que um aluno não venha a ingerir determinadas substâncias às quais apresenta intolerância ou alergia. “Assim, deixamos as famílias mais tranquilas quanto a restrições alimentares das crianças, pois as professoras ficam cientes dessa medida”, explica.

 

As escolas devem estar preparadas

E os problemas não se resumem somente ao glúten ou à lactose. Crianças podem apresentar, ainda, diabetes, hipertensão, anemia, entre outras doenças. Desta forma, as escolas precisam estar preparadas.

Carmen Oliveira acrescenta que há casos de alunos que nunca comeram proteínas como carne ou ovo, e será na escola a introdução desses alimentos na dieta dos pequenos. “As medidas preventivas adotadas em relação às restrições alimentares fazem parte de um procedimento de segurança para os profissionais que vão lidar com o aluno e para a própria criança”, afirma.

 

Está na lei

A Lei no 12.982/14 estabelece que escolas públicas elaborem merendas diferenciadas para crianças com restrições alimentares. As instituições de ensino fazem a triagem dos tipos de substâncias que não podem ser consumidas e montam um cardápio exclusivo para os alunos.

“A comida dá energia para o aluno estudar. É papel da escola ensinar aos pequenos a necessidade da dieta saudável para evitar doenças como a obesidade, doenças cardíacas, diabetes e outras, além de acompanhar, checar e manter o cardápio especial daqueles que não podem comer de tudo”, completa Carmen.

A Copa está chegando: vamos trocar figurinhas?

29 de maio, 2018

trocando figurinhas

Você acha que apenas as crianças se divertem trocando figurinhas? Pois está redondamente enganado. Devido ao sucesso do álbum da Copa, tem muito marmanjo disputando os cromos que faltam pra completar a coleção. Os filhos, é claro, se divertem também.

Em Brasília os shoppings prepararam uma programação especial para ajudar você a completar o seu álbum. Confira:

 

Arena Panini

O evento traz diferentes atividades. A primeira delas é o espaço oficial para troca de figurinhas. Há, ainda, o Jogo da Memória, em que os visitantes tentam adivinhar, no menor tempo possível, a maior quantidade de figurinhas com fotos dos jogadores da Seleção Brasileira.

A programação continua com o Álbum da Seleção. Nesta atividade, o visitante do shopping coloca o rosto em uma das molduras para tirar foto e brinca como se fosse uma das figurinhas deste grande álbum.

Já na Mesa de Botão Gigante, duplas ou pares de visitantes poderão se divertir num jogo de botão gigante. No Turbilhão de Figurinhas, por sua vez, o participante entra em uma máquina onde figurinhas voam para todos os lados. O objetivo é pegar o maior número possível de cromos no ar, em um tempo determinado.

A diversão entra na reta final com a Timeline Panini, espaço reservado para contar a história da editora Panini e das Copas do Mundo.

Por último, na seção Figurinhas Iluminadas, os visitantes são estimulados pelo bordão “pedale, pedale mais forte!”. Conforme a velocidade e o ritmo com que a pessoa pedala, as figurinhas aparecem em um álbum gigante. A ideia é preenchê-lo por completo.

O Arena Panini funciona na Praça Central do ParkShopping, até 15 de junho. De segunda a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h. Entrada franca.

 

Troca de figurinhas no Taguatinga Shopping

Além de proporcionar um espaço para troca de figurinhas entre os interessados, a iniciativa também estimula uma ação social. Quem levar agasalhos, ganhará dois pacotes de figurinhas. A troca é feita no balcão de informações.

O público também pode aproveitar para jogar bafo, brincadeira comum entre colecionadores. Ganha quem conseguir virar mais cartas com o movimento das mãos durante o jogo.

A atração fica disponível até o dia 3 de junho no 3º piso do Taguatinga Shopping, próximo ao restaurante Peixe na Rede. De segunda a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 12h às 22h. Entrada franca.

 

Troca de figurinhas no Terraço Shopping

A Praça do Cinema do Terraço Shopping virou um espaço especial para troca de figurinhas dos colecionadores. A atividade é feita em parceria com a NET. Até dia 15 de julho; de segunda a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 12h às 22h. Entrada franca.

Troca de figurinhas no JK Shopping

No piso L3 do shopping, em frente à Livraria Leitura, os colecionadores podem compartilhar informações sobre a Copa do Mundo e trocar figurinhas repetidas. A venda de cromos é proibida.

O JK Shopping fica na Avenida Hélio Prates, QNM 34, entre Taguatinga e Ceilândia. A atividade fica disponível até o dia 15 de julho, de segunda a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 12h às 22h. Entrada franca.

Troca de figurinhas no Pátio Brasil

Um lounge tematizado foi construído na Praça Central do shopping Pátio Brasil, com 600 figurinhas disponíveis para troca sempre aos finais de semana, das 14h às 18h, até o dia 12 de julho. A entrada é franca.

Entendendo o comportamento dos filhos

29 de maio, 2018

shutterstock_581281963

Os pais devem estar atentos ao comportamento dos filhos em situações diversas, observando suas inquietações e sentimentos. Principalmente, precisam saber como proceder diante de atitudes inadequadas.

De fato, educar não é fácil, mas com um certo jogo de cintura, firmeza e, principalmente, muito amor, é possível driblar essas dificuldades. Veja algumas dicas:

 

Se meu filho morder outra criança, o que fazer?

É comum esse tipo de comportamento em crianças até os 3 ou 4 anos. A melhor forma de corrigir é falar de forma firme, olho no olho. Vale também perguntar: “Você gostaria que o seu coleguinha fizesse isto com você?”. Assim, a criança começa a aprender a se colocar no lugar de outra pessoa.

 

Como conter os ataques de birra?

Primeiramente, não dê atenção à birra. A criança vai perceber que não vai conseguir o que quer desta forma e, aos poucos, irá diminuir esse tipo de comportamento. Pode-se também pegar a criança por trás, para conter a atitude. E, é claro, preze sempre pelo bom diálogo.

 

Meu filho às vezes não quer comer e joga o prato pra bem longe. Como proceder nesse caso?

O primeiro passo é a conversa. Sempre na altura dos olhos da criança e falando firme, repreendendo a atitude. Se não resolver, tire-a da cadeirinha e leve-a a outro lugar, até que ela possa se acalmar. Depois volte a conversar.

 

Acho meu filho muito tímido. Como deixá-lo mais sociável?

Algumas crianças são mais introspectivas, sem que isto seja um “defeito”. Pelo contrário, é uma característica da personalidade e deve ser respeitada. Contudo, se esta introversão é exagerada e impede a criança de se comunicar com as outras, mantendo-a muito solitária, é preciso buscar ajuda profissional. Os pais, por sua vez, podem fazer a sua parte, chamando outras crianças para frequentar a casa, ou mesmo incentivar o filho a conversar e a externar o seu sentimento.

Bambinus

A loja Bambinus existe para pais que desejem aproveitar melhor o tempo com seus filhos. Proporcionamos uma experiência de compra diferenciada, tanto na loja quanto on line e delivery onde entregamos, no conforto da sua casa, uma malinha (bag) recheada de roupas e acessórios, para seus filhos e filhas de 2 a 10 anos. Além do conforto e qualidade, levamos comodidade e estilo para a casa de nossos clientes. São peças multimarcas, como Catavento, Brandili, Quimby, Hello Kitty, Up Baby, Kiki Xodó, Nine & Bambine, Jaca lelé, Abrange, Infanti, etc.

Contato

Loja Vitrinni Shopping
(61) 3568-2002

WhatsApp
(61) 98345-1211
lojabambinus@gmail.com
Rua 13 Norte - Vitrinni Shopping
Loja 18 - Águas Claras

© 2019 Bambinus. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por DUO Design (61) 3045-4577

Bambinus Comércio de Roupas infantis - CNPJ 24.570.320/0001-45